TÁRTARO E PLACA

Higiene dental para o controle da placa e do tártaro

COMPARTILHAR

Dois problemas importantes de higiene dental são o controle da placa e o tártaro. Em geral, os pacientes confundem placa e tártaro e a relação dentre eles. Com este artigo, você pode aprender a diferença entre ambos e a aprimorar sua técnica de higiene dental para seu controle.

Placa

A placa é um depósito de bactérias incoloro e pegajoso formada na superfície dos dentes. Ela é resultado da combinação de saliva, comida e fluidos que se acumula nos dentes e na sua união com as gengivas.

O acúmulo de placa pode favorecer a formação de manchas nos dentes e é a principal causa da doença das gengivas. O controle da placa faz parte essencial da boa higiene bucal. A placa pode favorecer ao desenvolvimento de cárie, condição que enfraquece seus dentes.

A formação da placa pode iniciar entre 4 a 12 horas depois da escovação, por isso é importante escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia e usar fio dental quotidianamente. Embora a escovação seja necessária, não é suficiente para controlar a placa; por isso você deve se certificar de usar fio dental todos os dias para chegar a esses locais difíceis de atingir entre os dentes, evitando assim o acúmulo da placa.

Tártaro.

O tártaro, também chamado de cálculo, é um depósito duro que pode manchar e descolorar os dentes. O tártaro acumula-se nos dentes em forma de cristais de cálcio fósforo. Esses cristais de fosfato de cálcio com o passar do tempo ficam endurecidos na placa para formar o cálculo. Há determinados químicos, chamados de pirofosfatos, que ajudam a diminuir o acúmulo do cálculo, já que param e previnem o crescimento dos cristais na superfície dos dentes. O tártaro adere-se de tal maneira no dente que somente pode ser retirado por um profissional. A formação do cálculo dificulta a remoção da bactéria de placa nova; por isso o tártaro pode trazer problemas piores.

Saúde dental preventiva.

A placa e o tártaro não afetam a todas as pessoas da mesma forma; há uma significativa diferença na susceptibilidade e na resistência entre as pessoas. Para alguns, esses depósitos crescem muito mais rápido com o passo dos anos; isto é, quando se tem mais idade, maior cuidado se deve ter na rotina de higiene dental. No entanto, há diversas formas de mudar sua rotina de higiene dental para ajudar a proteger seus dentes do acumulo da placa e o tártaro.

  • Os dentistas recomendam uma limpeza profissional a cada seis meses ou mais. 

  • Escovar-se os dentes com pasta de dente que contenha pirofosfato.

Escovar-se com pasta de dente que contenha hexametafosfato de sódio, um pirofosfato especialmente formulado para inibir a formação do cálculo e para debilitar e quebrar os laços extrínsecos entre as manchas e os dentes para seu clareamento e criar uma barreira protetora para prevenir futuras manchas.